“…a vida é pequena e o Mundo é grande!” |3ª Cidade em Cuba – Havana

¡Llegamos a La Habana!

Após 4 horas muito longas entre Trinidad e Havana, tínhamos chegado finalmente a Havana onde decidimos ficar por 4 noites.

Em Havana optámos por ficar num alojamento local e na zona de El Vedado. Apesar de sabermos, à partida, que Habana Vieja não é perigosa, em El Vedado as condições de segurança são melhores e as de alojamento também. Ficámos num apartamento no 16º andar com uma vista fabulosa para Havana, tendo-nos ficado por 50 CUC a noite.

Chegámos já era de noite, mas a Aida e o Enrique, anfitriões do local onde íamos pernoitar, receberam-nos com um sumo fresco de ananás e foram tão atenciosos que logo nessa noite nos deram mil e uma dicas de Havana. O que visitar, onde comer, os transporte a apanhar, tudo, até nos arranjaram um guia para no dia seguinte nos dar a conhecer a maior parte da cidade.

Estávamos ansiosas por finalmente conhecer Havana e tudo o que ela nos tinha para dar.

No dia seguinte, acordámos bastante cedo para conseguirmos aproveitar ao máximo a cidade. Tínhamos à nossa espera um delicioso pequeno-almoço, como já nos tinham habituado aqui por Cuba. Doce de manga caseiro que a Aida tinha preparado com as mangas do seu quintal, sumo de goiaba, goiabada, café, pão e jamon cubano.

Deslocar de El Vedado até ao centro de Cuba é muito fácil e barato. Facilmente se apanham táxis na avenida e por apenas 5 CUC conseguimos fazer a deslocação.

IMG_8778

Parámos em frente ao Capitólio e daí andámos pelo centro da cidade a pé. O Capitólio é um dos edifícios mais emblemáticos de Havana, era a antiga sede do governo Cubano e é uma réplica da Casa Branca, sendo que a cúpula é uma inspiração do Capitólio de Paris. Do Capitólio descemos o Prado, uma das avenidas mais pitorescas de Havana e fomos até ao Museu de Arte Cubana.

 

Depois passamos pelo Museu da Revolução, onde se pode visitar para um melhor entendimento da história de Cuba através de fotografias, esculturas e monumentos, e rumámos até à praça de Armas e à Plaza de La Catedral. A Praça das Armas é das mais conhecidas em Cuba rodeada de edifícios barrocos da era colonial.

Fizemos uma paragem estratégica na famosa La Bodeguita del Medio. Foi aqui que se fez pela primeira vez o mojito e, como é óbvio, não podíamos deixar de experimentar. Este bar ficou bastante conhecido devido aos intelectuais, como Ernest Hemingway e Pablo Neruda, que passavam lá os seus dias.

De lá seguimos até a Plaza Vieja e, depois, Calle Obispo, umas das ruas mais conhecidas de Havana.

Outro sítio imperdível em Havana é a La Floridita, outro bar bastante conhecido em Havana, onde nasceu o Daiquiri.

A melhor forma de conhecer Havana e absorver a essência da cidade é conhecê-la a pé (adoramos conhecer as cidades assim!!). Havana Velha é pequena e pode ser visitada perfeitamente em apenas 1 dia.

Museu do Chocolate na Calle Amargura:

Museo del Ron Havana Club:

À noite fomos até à Fábrica de Arte Cubana, um espaço cultural multidisciplinar incrível, dedicado a todas as formas de arte. Tem o objetivo de promover o trabalho de artistas cubanos nas áreas da música, dança, literatura, artes visuais, design, moda e muito mais. Está situada numa antiga fábrica de óleo de cozinha e a sua estrutura é aproveitada nesse enorme espaço industrial de uma forma bastante criativa. Dos espaços mais interessantes que visitámos e recomendamos imenso a sua visita.

Optámos no 2º dia em Havana fazer uma viagem num carro vintage. O motorista dá a conhecer Havana em 1 horas e custa aproximadamente 30 CUC (preço regateado, claro está!).

IMG_8726

Apanhamos este táxi na Plaza de La Revolucion, a maior praça de Cuba que se situa na zona de El Vedado, palco de comícios políticos e ali se festejou a queda da ditadura de Flugêncio Batista e a tomada de Havana por Fidel. Dois dos edifícios dessa praça têm as  representações de Che Guevara, onde se pode ler “hasta la vitoria, siempre” e de Camilo Cienfuegos.

Na viagem de Táxi percorremos o Malecón, o Prado para chegar até ao Parque Central, o jardim que tem ao seu redor o Capitólio e os mais requintados hotéis, como o Hotel Inglaterra.

A cidade de Havana está divida em 3 partes, Havana Velha, centro de Havana e El Vedado. É uma cidade rica em cor e vida, sendo que a melhor forma de a conhecer é perdendo-nos pelas inúmeras ruas e praças.

BSNG3880

Além de toda a beleza, história e cultura de Havana, aqui também encontrámos muitos bons restaurantes. Ficam aqui os nossos eleitos, onde e reserva é (quase) obrigatória:

304 O’Reilly

Informações adicionais aquiO’Reilly #304 | Habana & AguiarHavana, Cuba

Dona Eutimia

Informações adicionais aquiCallejon del Chorro # 60-C | Plaza de la Catedral, Habana ViejaHavana, Cuba

La Taberna del Pescador

Informações adicionais aquiSan Ignacio #260 A | entre Amargura e LamparillaLa Habana, Cuba

Contacto do alojamento em Havana:
Apartamento na Avenida 24, na zona de El Vedado, Havana
aidacisneros@infomed.sld.cu

Viajam connosco? Próxima paragem: Viñales

#sisterhoodoffoodies

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s